A fobia social, a ansiedade social e a timidez. Intervenção em grupo.

Atualizado: 21 de Dez de 2019


Fobia social, ansiedade social, timidez.

A fobia social, a ansiedade social e a timidez caracterizam-se por manifestações emocionais e comportamentais geradas, mantidas e aumentadas por pensamentos acerca de nós, dos outros e do meio ambiente. São, em graus de intensidade diferentes, respostas a uma percepção de ameaça.


Pensamos que as situações sociais são potencialmente perigosas ou embaraçosas, achamos que não conseguimos lidar com as situações e que esse facto vai ter consequências graves, que não somos suficientemente bons, que somos... (aqui a lista de pensamentos é enorme: feios, disformes, demasiado gordos, demasiado magros, chatos, etc, etc...).


Achamos que temos de ser perfeitos, de corresponder às expectativas, que não podemos errar, que somos uma fraude, que não somos competentes, que temos de nos mostrar calmos, que não nos podemos expor, que vamos ser rejeitados, que vamos ser humilhados ou julgados pelos outros, que só vamos fazer asneiras. Esses pensamentos activam o sistema nervoso simpático que prepara o corpo para fugir ou lutar. Essa activação produz os sinais e sintomas da ansiedade.


Para piorar a situação, sentimos vergonha de nós próprios por reagirmos assim.

Essa vergonha acontece porque, mais calmos e afastados das situações, conseguimos perceber que esses pensamentos são falsos ou exagerados, que nada verdadeiramente mau e irremediável pode acontecer e que temos a capacidade para lidar com as situações que nos aterrorizam.


O problema é que, quando os sintomas da ansiedade surgem, deixamos de conseguir fazer essa análise, ficamos em grande sofrimento e só pensamos em fugir das situações. Quando pensamos nas situações futuras que tememos enfrentar, imediatamente surgem os sintomas da ansiedade (ansiedade por antecipação). Começamos assim a evitar as situações em que os sintomas podem surgir. Estas fugas e evitamentos aumentam o problema.


Através da psicoterapia, as pessoas aprendem a lidar com esses pensamentos e sintomas e são ensinadas a não fugir, nem evitar as situações. Aos poucos conseguem enfrentar as situações e os sintomas deixam de surgir.


Nas sessões de grupo, pessoas com o mesmo problema, sem exigências, num ambiente seguro e sem julgamentos, aprendem e praticam estratégias de relaxamento, aprendem e praticam algumas ferramentas básicas de interacção social - cumprimentar, "fazer conversa", como estar em grupo, o que fazer com o corpo, a expressar opiniões, a estabelecer contacto ocular, aprendem a expor-se.

Mais importante, aprendem a analisar mais objectivamente os pensamentos que geram a ansiedade e a lidar com os sintomas que esses pensamentos provocam.


A Psicoterapia de grupo é uma excelente ferramenta para o tratamento da fobia social, da ansiedade social e da timidez. Permite a exposição e o treino de competências de forma segura.


Actualmente está em formação um grupo para treino de competências sociais e tratamento da Fobia Social e Timidez.


A Ansiedade tem cura. Ainda bem.


Se tiver interesse nestas ou noutras sessões de grupo, só tem de me contactar (www.diasuteispsicologia@gmail.com).


Dias Úteis - As pessoas são tudo.

  • Facebook - Círculo Branco

© 2020 DIAS ÚTEIS, Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Disaine